728 2

Morre criança que ficou ferida junto a avó em um incêndio em Ipatinga

Ela não resistiu as queimaduras por todo corpo, provocadas pelas chamas

Por Bruna Oliveira em 26/04/2022 às 14:36:05
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Foto: Reprodução/Redes Sociais

Hanna Valentina Hilary Gonçalves de Souza, de 1 ano e 8 meses, a criança que estava no incêndio que pode ter sido provocado pela sua avó em Ipatinga, morreu na manhã desta terça-feira (26). A criança não resistiu as queimaduras por todo corpo, provocadas pelas chamas.

Hanna deu entrada no hospital na tarde do último domingo (24) junto a sua avó, Carla Kele Costa Silva (38 anos), após serem resgatadas pelo Corpo de Bombeiros. Carla também não resistiu aos ferimentos e morreu nessa segunda-feira (25).

O incêndio aconteceu na rua Palmas, no bairro Esperança, em Ipatinga. De acordo com informações, a avó da criança sofre de depressão e teria colocado fogo no quarto em que ela estava com sua neta com o objetivo de autoextermínio (suicídio).

O caso

No domingo (24) o Corpo de Bombeiros foi acionado, via 193, para atender uma ocorrência na residência da vítima. De acordo com os bombeiros, ao chegar no local eles se depararam com as duas vítimas, a avó e a neta, bastante feridas, fora da residência.

Após os primeiros socorros, as duas foram encaminhadas para o Hospital Márcio Cunha. Havia uma previsão de transferência para o Hospital João XXIII, em Belo Horizonte, referência no estado para queimaduras, porém, elas não resistiram aos ferimentos e faleceram antes mesmo de serem transferidas.

No local, o Corpo de Bombeiros informou que se tratava de um incêndio criminoso com o objetivo de autoextermínio (suicídio). Segundo a Polícia Militar, a avó estaria depressiva e fazia o uso de medicamentos controlados. Entretanto, a situação da mulher teria piorado após a morte do filho em Governador Valadares.

No momento do ocorrido, a mãe da criança estava em casa, mas não percebeu a ação de Carla, só dando conta do fato após as chamas.

Comunicar erro
Banner menta
728 9